Seis presos em operação da PF em Porto Velho; acusados são levados ao presídio federal

Seis pessoas foram presas preventivamente pela Polícia Federal (PF) na manhã desta quinta-feira (22), durante a Operação Onix, desencadeada para desarticular uma organização criminosa responsável pelo atentado contra a vida de policiais penais federais em Porto Velho.

De acordo com o delegado da Polícia Federal Agostinho Gomes, as investigações tiveram início em julho de 2020, em razão de um atentado frustrado contra a vida de um homem que fingia ser Policial Penal Federal em Porto Velho, aonde três criminosos foram presos em flagrante, e a partir disso se iniciou a uma investigação com os demais envolvidos.

O atentado foi a mando de uma facção criminosa estruturada no estado de São Paulo. Os líderes estão reclusos em presídios federais. A motivação do crime foi um atentado contra a rigidez do sistema.

Após meses de investigação, a Polícia conseguiu investigar os responsáveis pela organização do crime.

Presos, eles foram encaminhados para a penitenciária federal, onde ficaram à disposição da justiça.